Espécies - Aves Marinhas

A Biosfera 1, trabalha com essas espécies na sua monitorização, anilhagem e recolha de dados biométricos (asa, bico, peso e tarso). Graças à parceria com a Universidade de Coimbra, utiliza logger, um aparelho tipo GPS, para a localização dessas espécies nas épocas de incubação e desenvolvimento das crias.

 

 

​      Alcatraz Sula leucogaster (Boddaert, 1783)

Ave marinha

Distribuição Global: Esta espécie pode ser encontrada ao longo das latitudes tropicais de todos os oceanos. Em Cabo Verde, como subespécie Sula l. leucogaster, é considerada uma espécie residente, nidificando nas ilhas e ilhéus de Santiago, Brava, Baluarte, Curral Velho e Raso.

Alimentação: A sua dieta é maioritariamente composta por peixe, cujos tamanhos variam entre 5 e 40 cm de comprimento.

Categoria de Ameaça: Pouco Preocupante.

Ameaças à Conservação: Historicamente esta espécie tem sido particularmente afectada pela caça e roubo de ovos para coleccionismo. Em Cabo Verde é vítima de uma forte perseguição humana e destruição dos ninhos nas zonas onde nidifica.

 

 

​      Alcatraz de pés vermelhos Sula sula (Linnaeus, 1766)

Ave marinha

Distribuição Global: São encontrados em águas tropicais e subtropicais em todo o mundo (eles são encontrados nas regiões oriental, etíope, neotropical e australiana; eles também são encontrados em ilhas oceânicas).

Alimentação: Alimenta-se principalmente de peixes-voadores e lulas.

Categoria de Ameaça: Pouco Preocupante.

Ameaças à Conservação: A pressão humana sobre seus habitats/local de nidificação, coleta de crias e ovos, e a indústria pesqueira esgota sua fonte de alimento.

 

 

 

​      Cagarra de Cabo Verde Calonectris edwardsii (Oustalet, 1883)

Ave marinha

Distribuição Global: Espécie migratória que se reproduz em exclusivo nas ilhas e ilhéus de Cabo Verde, sendo o Raso e o Branco as áreas mais importantes para a nidificação. Fora da época de reprodução, inverna maioritariamente na costa sul do Brasil e Uruguai.

Alimentação: A sua dieta é composta principalmente por peixes da família Clupeidae (ex. Sardinhas, Sardinella maderensis) e Carangidae (ex. Cicharro-de-olho-grande,  Selar crumenophthalmus), bem como lulas (Loligo spp.).

Categoria de Ameaça: Quase ameaçada.

Ameaças à Conservação: Em Santa Luzia, acredita-se que os gatos e ratos terão sido os grandes responsáveis para a extinção das colónias de Cagarras. Outra ameaça refere-se à mortalidade por by-catch associada quer à pesca artesanal, quer industrial.

 

​      João Preto/Alma Negra Bulweria bulwerii (Jardine & Selby, 1828)

Ave marinha

Distribuição Global: Em Cabo Verde é considerada como rara, nidificando apenas no Raso e no ilhéu de Cima. Fora da época de reprodução, ocorre em zonas tropicais e subtropicais de todo o mundo.

Alimentação: De hábitos nocturnos, a sua dieta compreende principalmente peixes e lulas, com proporções menores de crustáceos e de pequenos insectos pelágicos do género Halobates spp.

Categoria de Ameaça: Pouco preocupante.

Ameaças à Conservação: Mortalidade associada ao by-catch, em especial por palangres de fundo, da actividade pesqueira; colónias de nidificação vulneráveis à predação de mamíferos introduzidos (ratos, ratazanas, gatos) ou de espécies endémicas de invertebrados.

 

 

​      Pedreirinho Hydrobates jabejabe (Bocage, 1874)

Ave marinha

Distribuição Global: É uma espécie altamente pelágica e migradora que apenas vem a terra para nidificar, estando presente nas águas de Cabo Verde ao longo do ano, apesar de parecer também ocorrer alguma dispersão para o Atlântico tropical. 

Alimentação: Alimenta-se principalmente de crustáceos planctónicos, peixes e lulas.

Categoria de Ameaça: Pouco preocupante.

Ameaças à Conservação: Mortalidade associada ao by-catch da actividade pesqueira, colónias de nidificação vulneráveis à predação de mamíferos introduzidos (ratos, ratazanas, gatos), e mortalidade associada à poluição luminosa que é especialmente significativa em torno das Ilhas Canárias.

 

 

​      Pedreiro Puffinus lherminieri (Lesson, 1839)

Ave marinha

Distribuição Global: Esta espécie ocorre ao longo das zonas tropicais do Oceano Índico, até ao limite norte do mar da Arábia, em todo o nordeste e centro do Oceano Pacífico e no Oceano Atlântico Ocidental. As suas zonas de nidificação incluem a costa dos Emirados Árabes Unidos e as ilhas Seychelles, Galápagos, Caraíbas e Bahamas

Alimentação: Alimenta-se principalmente de peixes, lulas e crustáceos.

Categoria de Ameaça: Pouco preocupante.

Ameaças à Conservação: Esta espécie é vulnerável à exploração humana (ex. turismo), poluição luminosa e marinha, bem como à mortalidade associada ao by-catch das actividades pesqueiras e predação por mamíferos introduzidos.

 

 

​      Rabo de junco Phaethon aethereus (Linnaeus, 1758)

Ave marinha

Distribuição Global: Durante a reprodução podem ser encontrados no Equador, costa pacífica do México, Caraíbas, ilhas a sul do Atlântico e nas zonas costeiras do Iémen, Omã e Arábia Saudita, sendo as ilhas de Cabo Verde (Santo Antão, Santiago, Sal, Boa Vista, São Vicente, Fogo, Brava e ilhéus Raso e Rombo).

Alimentação: Alimenta-se principalmente de pequenos peixes, especialmente peixes voadores, mas também de lulas.

Categoria de Ameaça: Pouco preocupante.

Ameaças à Conservação: Em Cabo Verde, especialmente na ilha da Boavista, esta espécie é vítima de uma forte perseguição humana e destruição dos ninhos nas zonas de nidificação.

 


Untitled 1