Monitorização das tartarugas marinhas - DNA (Direcção Nacional do Ambiente)

06/12/2017

Desde 2011 que a Biosfera 1 tem sido co-financiada anualmente pela Direcção Nacional do Ambiente para a realização de trabalhos de monitorização das tartarugas marinhas, mais especificamente ta Tartaruga-marinha-comum, Caretta carreta na ilha de Santa Luzia. Cabo Verde possui a terceira maior população desta espécie migratória e este projecto visa a melhoria do seu estatuto de conservação.

Os trabalhos incluem acompanhar o início da reprodução das tartarugas, identificação e seguimentos dos ninhos, tratando da alocação dos ninhos em risco de predação ou de perda por exposição às marés. Pontualmente e quando necessário a Biosfera 1, colabora activamente em projectos de marcação e seguimento individual através da dispositivos de localização. A presença da ONG na ilha durante o período mais crítico do ciclo de vida das tartarugas, protege-as de forma indirecta contra a matança ilegal dos adultos e destruição dos ninhos por pescadores locais.

 

  

 

Em parceria com estudantes da Universidade de Cabo Verde e população em geral espera-se poder garantir a protecção desta espécie na maior Reserva Marinha do país durante largos anos.

 

 

 








Untitled 1